Search
Close this search box.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Portos, presidida pelo deputado Fernando Scanavaca (PDT), apresentou na terça-feira (22) o relatório final e entregou o documento ao presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB). A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) foi o objeto da investigação,  que investiu na apuração de possíveis irregularidades na gestão, em diferentes períodos.

Entre alguns pontos destacados no relatório, os deputados sinalizam para a necessidade de melhorias em infraestrutura na autarquia; a promoção de alterações no regime funcional, passando de CLT para estatutário, fator que evitaria demandas judiciais na área trabalhista; além de otimização no funcionamento operacional do terminal de fertilizantes.

O CPI trabalhou durante 150 dias e agora o relatório segue para despacho na Diretoria Legislativa da Casa para, em seguida, ser apreciado pelos deputados em plenário. A CPI foi formada pelos deputados Ademir Bier, Jonas Guimarães e Stephanes Júnior (PMDB), Evandro Júnior e Mauro Moraes (PSDB), Professor Lemos (PT), Douglas Fabrício (PPS), Elio Rusch (DEM), Rasca Rodrigues (PV) e Hermas Brandão Júnior (PSB).

Compartilhe!