Falta pouco mais de três meses para a XVI Conferência Nacional da Unale, o maior evento do legislativo estadual brasileiro, e, para definir prazos e programações, a Unale reuniu os parceiros dos eventos simultâneos, nesta sexta-feira (10), na sede da entidade. Na ocasião, foram traçadas metas e estratégias para o evento.

simultaneos9Falta pouco mais de três meses para a XVI Conferência Nacional da Unale, o maior evento do legislativo estadual brasileiro, e, para definir prazos e programações, a Unale reuniu os parceiros dos eventos simultâneos, nesta sexta-feira (10), na sede da entidade. Na ocasião, foram traçadas metas e estratégias para o evento.

Os presidentes e diretores das entidades parceiras, falaram o que as entidades irão realizar durante a Conferência:

O presidente do Fórum Nacional de Diretores Gerais de Casas Legislativas, Heraldo Marinelli, destacou que o espaço dado pela Unale, é muito importante para o segmento dos diretores das casas legislativas e que lá irão aprimorar seus os trabalhos.

Presidente da Associação Brasileira de Cerimonialistas dos Legislativos Estaduais (ABCLE ), Rosana Cajuella falou da inovação da entidade neste ano, o primeiro curso de mestre de cerimonias. O curso visa padronizar e capacitar os cerimonialistas de todas as assembleias do País.

Para o presidente da Associação Nacional dos Procuradores de Assembleias Legislativas (Anpal), Vander Goes, a Unale está no caminho certo em defender o Pacto Federativo. Sobre o tema deste ano, “Matriz energética e alternativas para o futuro” , Vander vê como oportuno, pois será debatido o futuro do Brasil.

A Associação Brasileira de TVs e Rádios Legislativas (Astral), também tem novidades. O presidente, Antonio Vital, comunicou o lançamento da Revista da Astral, que será lançada na Conferência.

Juliana Jeha, presidente da União Nacional de Taquigrafia Parlamentar e Judiciária (Unataq), destacou os temas que serão discutidos pela entidade, como: maior qualidade de trabalho, parcerias com as gerências de informática das casas legislativas, adequação do espaço físico e melhoria de condição de áudio para o taquígrafo.

A União das Polícias Legislativas (Unipol) quer instucionalizar. De acordo com o presidente, Geraldo Magela, é preciso institucionalizar a atividade da policia legislativa nas assembleias. A entidade quer, durante o evento da Unale, mostrar aos presidentes das assembleias legislativas, a importância de ter corpo próprio de policia.

Curso sobre o processo legislativos é a novidade que a Associação Brasileira das Escolas do Legislativo (Abel) apresenta. Florian Madruga, presidente, destacou que a entidade vem se preparando há algum tempo e que além do curso à distância, dará continuidade ao planejamento estratégico, iniciado na Conferência da Unale do ano passado.

Neste ano, a Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos, Federal, Estadual e do Distrito Federal (Fenale) defenderá algumas PECs que tratam de idosos e pensionistas, além de discutir os salários dos servidores públicos e legislativos. O tradicional Pinga Fogo também estará presente e nele, será proposto um intercâmbio entre entidades parceiras, para a troca de experiências.

O diretor do Programa de Modernização e Integração do Legislativo (Interlegis), lembrou positivamente da participação que tiveram XV CNLE. Afirmou que neste ano, continuarão o fórum de diretores gerais. Também irão dar início à organização do fórum dos secretários legislativos. Querem apresentar um Interlegis mais atuante, e um stand com produtos.

O coordenador da União de Parlamentares Sul-Americanos e do Mercosul (UPM), Flávio Alves Monteiro,  falou que serão feitas reuniões com os blocos nacionais e internacionais da UPM. A entidade pretende apresentar no evento, o Embaixador  do Brasil no Mercosul, Regis Arslanian.

Também irão participar da XVI Conferência, a Associação nacional das Consultorias Legislativas (Anacol) e a Associação do Parlamento Amazônico (Aspam).

Compartilhe!