Search
Close this search box.

Unificar o processo legislativo em todo o País e unir-se ao Congresso Nacional para acompanhar a tramitação do projeto. São esses, na opinião do presidente da Comissão da Unificação das Eleições da Unale, deputado Dado Cherem (PSDB/SC), os primeiros passos para reduzir os gastos com as eleições a cada dois anos no Brasil.

O tema foi debatido na Unale, em Brasília, na última segunda-feira (11), com a presença de parlamentares e de diretores da entidade. O objetivo da Comissão é apoiar a unificação das eleições para reduzir os custos das eleições. Somente em 2012 foram gastos mais de R$ 1 bilhão nos processos eleitorais.

Atualmente, as eleições acontecem de dois em dois anos, alternando a escolha dos representantes do Legislativo e do Executivo municipais com a dos ocupantes dos cargos nos níveis Estadual e Federal. A proposta é que sejam escolhidos o presidente, senadores, governadores, deputados estaduais e federais, prefeitos e vereadores na mesma eleição.

Além da paralisia do Legislativo no período eleitoral, a comissão da Unale defende que um pleito a cada dois anos gera um alto custo e prejuízos para algumas áreas. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o custo de operação das eleições do ano passado foi de R$ 395 milhões.

A Comissão volta a se reunir em Foz do Iguaçu, dia 6 de maio. Participaram da reunião Chagas Romão (AC), Francisco Souza (AL), Jota Pinto (MA), Miki Breier (RS), Dado Cherem (SC), Sandro Locutor (ES), Raniery Paulinho (PB).

Compartilhe!