whatsapp-image-2018-03-15-at-18-34-50

Membros da Frente Parlamentar Interestadual em Defesa dos Direitos da Pessoa com Epilepsia, lançada em fevereiro pela Unale, participaram hoje (15), em Brasília, do Encontro Nacional de Promoção da Cidadania e Apoio às Pessoas com Epilepsia, organizado pela Federação Brasileira de Associações de Pessoas com Epilepsia (EpiBrasil).

O evento teve início na quarta-feira (14) e termina amanhã. Durante os três dias, estão sendo debatidos temas como epilepsia no trabalho, na escola e no trânsito, compra de medicamento, trabalhos das associações e movimentos, políticas públicas e apresentação da Frente Parlamentar.

Entre os assuntos mais abordados, estão as dificuldades de se ter ou conviver com pessoas com epilepsia e a necessidade de se combater o preconceito, ampliado pela falta de informação. Além de palestras, foram feitas dinâmicas de grupos que propuseram resoluções para diversos aspectos, por meio de relatos pessoais.

Segundo o presidente da Pasta, deputado Rodrigo Delmasso (Podemos-DF), a participação da Unale reforça o poder do legislativo estadual em defesa das demandas da sociedade. “É importante a difusão do tema em todos os estados e é por isso que estamos aqui. O objetivo da nossa frente é combater o preconceito e elevar o debate a nível nacional, para assim ajudar o maior número de pessoas”, disse o parlamentar.29257591_1987222141528043_295528882797281280_n

Na ocasião, o parlamentar também falou sobre o simpósio que acontecerá no dia 11 de maio, durante a 22ª Conferência Nacional da Unale, e abordará o tema Epilepsia Sem Preconceito.

“Já temos uma audiência pública que será organizada pela Assembleia Legislativa do Amapá, agendada para dois de abril. Este é o primeiro resultado da atuação da Frente, que atuará, principalmente, na expansão da informação sobre a epilepsia”, ponderou a secretária da Frente, deputada Roseli Matos (PP-AP).

O deputado roraimense e vice-presidente da Pasta, Dr. Neidson Soares (PMN-RO), também participou ativamente do debate e destacou que em seu estado o tema já é debatido há bastante tempo. “Temos duas leis aprovadas antes da criação da Frente. Na última quarta-feira (7), o projeto de lei de minha autoria, que institui o mês ‘Março Roxo’, também foi aprovado.

Veja a programação do evento: http://bit.ly/UnalenaEpiBrasil.

Frente Parlamentar em Defesa da Pessoa com Epilepsia
A epilepsia é uma doença psíquica crônica que ocorre através da agitação da atividade cerebral, provocando quadros convulsionais, o que pode levar à perda temporária de consciência e outros malefícios físicos, se não for devidamente tratada. Com foco neste segmento da saúde pública e fundamentada na lei distrital, 5.625 de 2016, a Unale criou a Frente Parlamentar Interestadual em Defesa dos Direitos das Pessoas com Epilepsia (FPIDP), composta por deputados de diferentes estados que se dedicam à tratativa do tema.

Marina Nery / Ascom Unale
Compartilhe!