Setembro AmareloDesde o ano de 2015, a Unale tem promovido importantes campanhas que tratam da saúde pública. Neste mês, está sendo realizado o Setembro Amarelo, tempo de combate e prevenção ao suicídio. Como forma de ajudar e acolher pessoas que estão enfrentando a depressão, no Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, 10 de setembro, todas as Casas Legislativas irão participar da ação “Um abraço pela vida”.

Nesse dia, funcionários e parlamentares irão abraçar os cidadãos e entregar panfletos sobre a prevenção ao suicídio, na entrada das Casas Legislativas. Também será feira a iluminação do prédio na cor amarela, em menção à campanha.

Setembro Amarelo, prevenção ao suicídio precisa ser debatida

Um dos temas do Seminário Regional de Promoção e Defesa da Cidadania, realizado em todas as regiões do país durante esta gestão e uma das principais bandeiras defendidas pela Unale, prevenção ao suicídio e à automutilação é o foco da campanha Setembro Amarelo.

Iniciado no Brasil em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), o movimento foi criado pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (IASP – sigla em inglês), que estimula a divulgação da causa, ligada ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, em 10 de setembro.

Considerado pelo Ministério da Saúde um problema de saúde pública, entre 2007 e 2016, o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) registrou 106.374 óbitos por suicídio. Em média, são quase 11 mil mortes por ano, 32 por dia, um suicídio a cada 45 minutos, mesmo período no qual outras três tentaram se matar sem sucesso.

Considerado tabu durante muito tempo, ainda hoje é um tema pouco debatido, mas de extrema importância. Por isso, a campanha objetiva ajudar a identificar os sinais, a oferecer ajuda, diminuir o preconceito e a falta de informação.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% dos casos de suicídio podem ser prevenidos, desde que existam condições mínimas para oferta de ajuda profissional ou voluntária. Sendo assim, veja algumas recomendações para, diante de uma pessoa que manifeste sinais de pensamento suicida, saber o que deve ser feito:

 

ONDE BUSCAR AJUDA

CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde).

UPA 24H, SAMU 192, Proto Socorro; Hospitais

Centro de Valorização da Vida (CVV) – Realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, email, chat e voip 24 horas todos os dias.

A ligação para o CVV em parceria com o SUS, por meio do número 188, são gratuitas a partir de qualquer linha telefônica fixa ou celular.

Também é possível acessar www.cvv.org.br para chat, Skype, e-mail e mais informações sobre ligação gratuita.

Ascom Unale

Compartilhe!