No dia 27 de maio, o Superintendente do Banco do Brasil Regional de Minas Gerais, Marcos Tunholi, palestrou na XIV Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais realizada em Minas Gerais.

Tunholi falou sobre investimentos do Banco do Brasil no país, mas principalmente em Minas, onde investe na economia do estado, desde agricultura familiar, empresas, pessoas físicas e participa em 34% do PIB financeiro do estado. Cresceu 97% em três anos de 2006 a 2009.

Sobre a arrecadação da Dívida Ativa, Marcos Tunholi disse que poderia ser melhor aproveitada. “ Os municípios não trabalham adequadamente com a arrecadação da dívida ativa, já que tem em carteira um verdadeiro potencial de geração de recursos. A dívida ativa é fonte de trabalho para levantar recursos para o orçamento,” afirma Tunholi.

Ao finalizar, o palestrante reforçou o pedido de que os estados e municípios apóiem o Banco do Brasil e deu como exemplo a consolidação ética, amparo legal, crescimento e desenvolvimento que o banco vem proporcionando ao estado de Minas Gerais. O que é significante na avaliação dele. Segundo Tunholi, existe Superintendência de Governo em mais de 10 estados brasileiros.

Marcos Tunholi é formado em Administração, tem três MBA na área de negócios e finanças, administrou agências bancárias, foi gerente de mercado do Banco do Brasil e é superintendente negocial regional, responsável pela estratégia de atuação do banco nos segmentos executivo, legislativo, judiciário e de mais esferas governamentais em Minas Gerais.

Compartilhe!