O Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, é uma importante data no calendário mundial. É um momento de reflexão sobre a luta e conquistas das mulheres, principalmente por igualdade e respeito. A comemoração do Dia Internacional da Mulher recorda as conquistas sociais, econômicas e políticas ao longo dos anos, reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975.

Origem e história do Dia Internacional da Mulher

No dia 8 de março de 1917 cerca de 90 mil operárias russas percorreram as ruas reivindicando melhores condições de trabalho e de vida, esse evento, que deu origem ao Dia Internacional da Mulher, ficou conhecido como “Pão e Paz”. Isso porque as manifestantes também lutaram contra as dificuldades decorrentes da Primeira Guerra Mundial.

Ao longo da história, outros acontecimentos recordam a luta das mulheres, que faziam longas jornadas de trabalho, recebiam salários muito baixos e, além disso, não tinham direito de votar.

Anterior ao movimento das operárias russas, em 1908, houve uma greve das mulheres que trabalhavam numa fábrica de confecção de camisas chamada Triangle Shirtwaist Company, localizada em Nova York.

Essas trabalhadoras costuravam cerca de 14 horas diárias e recebiam entre 6 e 10 dólares por semana. Assim, além de reivindicarem melhores condições de trabalho e diminuição da carga horária, as funcionárias buscavam aumento de salários. Isso porque naquela época, os homens recebiam mais do que as mulheres.

O incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist

No dia 25 de março de 1911 um incêndio na fábrica Triangle Shirtwaist Company matou 146 mulheres, dentre as 500 que trabalhavam no local, a maioria das funcionárias que morreram eram imigrantes judias e algumas tinham apenas 14 anos de idade.

O incêndio foi propagado por conta da falta de condições que a fábrica apresentava, visto que não possuía extintores, o sistema de iluminação era a gás e era permitido às pessoas fumarem.

Após o trágico acidente, a legislação de segurança para incêndios foi reformulada e as leis trabalhistas foram revisadas e conquistas foram adquiridas. Diante desse panorama, a criação de um dia dedicado à luta das mulheres foi formulada.

Oficialização da data pela ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 1975 como o “Ano Internacional da Mulher” e foi a partir desse ano que o dia 8 de março se tornou o Dia Internacional da Mulher. E, anualmente, homens e mulheres de todas as idades vão às ruas nessa data para manifestarem apoio às conquistas e para lutarem por mais direitos e respeito.

Por Danilo Gonzaga/Ascom Unale

Compartilhe!