A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) recebeu, na quarta-feira (12), uma comitiva da Secretaria de Estado da Saúde que explicou a proposta de implantação das redes de atenção em saúde no estado. Na prática, a rede de atendimento será gerenciada por uma central de regularização, que cuidará da ocupação de leitos, exames e consultas, de acordo com as demandas da região, distribuindo os pacientes levando em conta suas necessidades e a estrutura disponível. Serão oito centrais no estado.

As redes de atendimento incluem as de urgência e emergência, cegonha, da pessoa com deficiência, de atenção psicossocial e doenças crônicas. Todas as especialidades serão gerenciadas na central de regularização, conforme explicou Clécio Espezim, superintendente de Planejamento e Gestão da Secretaria de Saúde. “Nosso principal objetivo é regulamentar e organizar o serviço de atendimento de alta e média complexidade no estado”.

O deputado Volnei Morastoni (PT), presidente da Comissão de Saúde, disse que é comum as queixas da população sobre o atendimento, estrutura e situações dos hospitais no estado. Participaram da reunião da Comissão de Saúde os deputados Sargento Amauri Soares (PDT), Antonio Aguiar (PMDB), Mauro de Nadal (PMDB) e Jorge Teixeira (PSD).

Fonte: Agência ALESC

Compartilhe!