Por Daniel Zonshine, embaixador de Israel no Brasil

Em 22 de abril último, celebramos o Dia da Terra em todo o mundo. Apesar do crescente reconhecimento da importância de proteger o planeta frágil e único em que vivemos, parece que estamos apenas piorando as coisas. Parece que a raça humana perdeu toda a esperança, porque o ritmo das crises ambientais e suas consequências estão aumentando. Mas perder a esperança não é uma opção. E, assim como fomos nós que causamos as crises ambientais e climáticas, somos nós que podemos e devemos não apenas detê-las, mas também restaurar a natureza, o meio ambiente e o clima para vivermos uma vida melhor e mais saudável.

Brasil e Israel são dois dos principais países no combate às mudanças climáticas. O Brasil tem muito a contribuir, visto que é muito ativo em relação à crise do desmatamento da Amazônia e tem muitas parcerias em todo o mundo em relação a essa questão. Israel tem experiência nas áreas de inovação climática e ambiental e oferece várias soluções práticas e relativamente baratas que podem ajudar a lidar com as crises ambientais do nosso tempo. Devido à sua localização no deserto, com escassez de recursos naturais e água, Israel é um laboratório vivo para o desenvolvimento de soluções para essas questões.

A crise hídrica mundial está crescendo rapidamente. A experiência israelense mostra que devemos combinar a conservação da água com campanhas de comunicação e informação para incentivar a economia e uso eficiente de água, além da purificação de águas residuais para uso na agricultura. Israel purifica 94% das águas residuais, das quais 90% são usadas para a agricultura. Além disso, a perda de água nos sistemas urbanos em Israel é mínima, situando-se em menos de 10%.

Israel buscou caminhar ao máximo em direção à agricultura baseada em irrigação eficiente, como a por gotejamento, o que resulta em mais rendimentos e economia significativa de água. O desenvolvimento de culturas resistentes à seca e com maior rendimento de pesticidas biológicos, e o uso de agricultura de precisão, contribuem para aumentar a segurança alimentar. Podemos falar também sobre a substituição da proteína animal, que aumenta a segurança alimentar e reduz a pressão sobre os sistemas naturais. Em época em que a crise climática danifica as plantações, os substitutos proteicos produzidos em laboratórios podem permitir a sua restauração.

Poucas pessoas sabem disso, mas, na fundação do Estado de Israel, há 75 anos, seu primeiro primeiro-ministro, David Ben-Gurion, viu a energia solar como uma das áreas em que o país deveria liderar. Hoje, mais de 200 empresas e startups em Israel estão envolvidas em energia renovável, eficiência energética e armazenamento de energia — campos necessários para superar a crise climática.

Apesar de sua tenra idade e área relativamente pequena, Israel acumulou vasta experiência no plantio de florestas em regiões semiáridas e na preservação delas em condições secas e extremas. Esse conhecimento e experiência são inestimáveis num mundo onde as florestas estão morrendo com queimadas, secas e doenças. Mesmo o Brasil, cujas florestas cobrem grande parte do território, pode implementar novas técnicas para salvá-las.

A comunidade empresarial em Israel está se envolvendo cada vez mais na proposição de soluções para a crise ambiental. Mais de 1.300 empresas e startups estão ativas na inovação climática trabalhando com captura de carbono, satélites e sensoriamento remoto e o uso de inteligência artificial para localizar áreas florestais propensas à extração ilegal de madeira antes mesmo de uma árvore ser queimada ou um machado ser utilizado.

Algumas dessas empresas israelenses já atuam no Brasil em diferentes áreas — desde a economia de água, passando pela transformação de resíduos em fertilizantes, até a restauração de energia. Israel e Brasil podem alcançar enormes resultados juntos, combinando tecnologia e conhecimento e combatendo as mudanças climáticas de maneiras inovadoras.

Quando celebrarmos o Dia da Terra novamente, devemos lembrar da meta 17 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU sobre cooperação. Somente por meio dela, compartilhando as melhores práticas, conhecimentos e experiências, podemos superar os desafios à nossa porta. Israel quer cooperar, uma vez que todos compartilhamos um futuro comum. Somente se soubermos superar juntos as crises que a Terra enfrenta, poderemos garantir que esse futuro seja bom para todos.

Compartilhe!