A Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais do Legislativo gaúcho aprovou, na quarta-feira (2), a realização de audiência pública para discutir, em Quaraí, o acordo binacional de saúde entre Brasil e Uruguai. O debate foi proposto pelo presidente da Comissão, deputado Álvaro Boessio (PMDB), a pedido da Câmara de Vereadores do município.

Frederico Antunes (PP) classificou o debate como oportuno e sugeriu que fossem convidados também os parlamentares da bancada federal gaúcha, já que o tema é da alçada federal. Ele descreveu a situação na fronteira, onde muitos hospitais contam com médicos dos países vizinhos que são impedidos de receitar medicamentos. José Sperotto (PTB) sugeriu que o convite fosse estendido ainda a prefeitos, vereadores e secretários da saúde dos municípios envolvidos.

O deputado João Fischer (PP) fez críticas ao protecionismo argentino. Segundo ele, o país vizinho não vem respeitando acordos pré-estabelecidos, o que tem causado grande prejuízo ao Estado. Fischer informou que, na próxima semana, será realizado um protesto contra o governo argentino e será trancada a fronteira.

Também participação da reunião, os deputados Gerson Burmann (PDT), Gilmar Sossella (PDT), Marcos Daneluz (PT), Altemir Tortelli (PT) e Zilá Breitenbach (PSDB).

Fonte: Agência ALRS

Compartilhe!