Os homicídios são hoje a principal causa de morte de jovens de 15 a 29 anos no Brasil e atingem especialmente jovens negros do sexo masculino, moradores de periferias e áreas metropolitanas dos centros urbanos. O assunto foi discutido em audiência pública promovida pela Comissão da Juventude da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, que tratou do Plano de Enfrentamento à Violência Contra a Juventude Negra – Juventude Viva.

O programa Juventude Viva é resultado da parceria entre oito ministérios, com objetivo de combater homicídios contra jovens negros no Ceará. O plano tem ações de prevenção que visam a reduzir a vulnerabilidade dos jovens em situações de violência física e simbólica, criando oportunidades que garantam a inclusão social e a autonomia. Inicialmente, foi implantado em Alagoas, no ano de 2012, e depois expandido para os outros estados brasileiros.

As ações estão estruturadas em quatro eixos. São eles: Desconstrução da Cultura da Violência; Transformação de Territórios; Inclusão, Emacipação e Garantia de Direitos; e Aperfeiçoamento Institucional.

Fonte: Agência ALCE

Compartilhe!