Tramita na ALEGO o projeto de lei 1.766/11, do deputado Carlos Antonio (PSC), que dispõe sobre o fim das torcidas organizadas em jogos esportivos e torneios de futebol.

Tramita na Assembleia Legislativa de Goiás o projeto de lei 1.766/11, do deputado Carlos Antonio (PSC), que dispõe sobre o fim das torcidas organizadas em jogos esportivos e torneios de futebol.

A matéria veda a entrada de torcidas uniformizadas e o porte de sinalizadores, rojões, foguetes ou artefatos que contenham pólvora, ou qualquer tipo de arma branca, além de bandeiras, camisas ou outras vestimentas que façam alusão ao nome da torcida organizada.

Carlos Antonio afirmou que o objetivo principal da proposta é combater a violência nas quadras e ginásios e, principalmente, nos estádios de futebol, de modo que os eventos esportivos possam ser frequentados com tranquilidade.

O deputado disse não ser contra a presença de torcidas nos estádios. O que ele se opõe é à existência de grupos que promovem o caos nos jogos de futebol. “Nosso debate é para que esses grupos não sejam um bando, mas apenas uma torcida.”

Compartilhe!