debate-aberto-agosto-2012-gPolêmica sempre foi algo presente, em quase tudo o que diz respeito à Avenida Dinarte de Medeiros Mariz, popularmente conhecida como Via Costeira, onde se localiza o mais importante pólo hoteleiro de Natal. Projetada parcialmente durante o governo de Cortez Pereira, com base numa idéia bem mais antiga, da época de Juvenal Lamartine, a Via Costeira teve seu projeto final definido por Tarcísio Maia, foi iniciada por Lavoisier Maia e concluída por José Agripino.  Desde sua concepção, entretanto, ela vem gerando debates inflamados que envolvem sempre, de um lado os defensores da preservação ambiental e de outro os grupos empresariais ligados à construção civil e ao trade turístico.

É sempre bom lembrar a verdadeira batalha travada pelo falecido jornalista Luiz Maria Alves, que impediu a construção de espigões no local e acabou dando seu nome ao parque ecológico que delimita o traçado da avenida, entre os bairros de Mãe Luiza e Ponta Negra. A polêmica mais recente vem sendo travada entre o Ibama e os hoteleiros.

Os últimos querem construir novos hotéis no local, coisa que os técnicos do Ibama contestam e vem impedindo, com base na atual legislação ambiental.A nova pendenga será discutida no programa “Debate Aberto” que a TV Assembleia leva ao ar nesta sexta-feira, 24, às nove da noite. Participam do programa a superintendente regional do Patrimônio da União, Yeda Cunha; o assessor especial do governo do estado e ex-secretário estadual e municipal de Turismo, Francisco Soares Lima Júnior; e o Jornalista Petit Das Virgens, que atuou como repórter dos jornais Diário de Natal\O Poty na época de lançamento da Via Costeira, nos anos 1970.Debate Aberto tem direção e apresentação do jornalista Maurício Pandolphi, produção geral de Rosangela Medeiros e reportagens de Ohara Oliveira.

O programa é transmitido pela TV Assembleia, em primeira apresentação, todas as penúltimas sextas-feiras de cada mês, às 21h, com reprises posteriores na grade de programação da emissora.

Compartilhe!