Neste ano, 234 alunos, cada qual representando sua escola (154 públicas e 80 particulares), apresentaram projetos de lei, dos quais 94 foram selecionados obedecendo os critérios estabelecidos no Manual do Candidato. Conforme o teor do projeto apresentado, os “eleitos” se encaixam em 12 partidos: Agricultura, Cultura, Defesa do Consumidor, Direitos Humanos, Educação, Emprego, Esportes, Habitação, Juventude, Natureza, Saúde e Segurança Pública.

Nesta edição do Parlamento Jovem, dedicada a alunos do ensino médio, foram selecionados 29 projetos sobre educação, de 78 apresentados. Outras áreas que também tiveram maior relevo nesta edição do Parlamento Jovem foram Direitos Humanos (16 escolhidos de 38) e Natureza (14 de 34).

O Parlamento Jovem é uma sessão especial da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo que acontece desde 1999. Nesse dia, os deputados estaduais cedem os seus lugares para jovens estudantes de todo o nosso Estado. A Sessão é transmitida pela TV Alesp e os seus projetos são publicados no Diário Oficial do Poder Legislativo.

O objetivo é possibilitar aos estudantes uma visão de alguns aspectos da democracia participativa. A intenção é oferecer, pela vivência de um dia de sessão parlamentar, esclarecimentos sobre a razão de ser, as funções e o cotidiano do Poder Legislativo.

Fonte: Agência ALSP

Compartilhe!