parlamento_cidades_sustentaveisComo acontece a cada ano, representantes da equipe técnica da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e da PUC Minas avaliaram as edições anteriores do Parlamento Jovem de Minas, os anseios dos estudantes e assuntos de interesse no Estado para definir o tema da edição deste ano: Cidades Sustentáveis – Desafio para as Novas Gerações.

A escolha do assunto que norteia os trabalhos dos participantes começou ainda durante a última edição do projeto, por meio de uma pesquisa feita com os jovens na etapa estadual. As ideias levantadas foram cruzadas com a análise da última edição e a votação dos temas de interesse dos parceiros realizadas pelos coordenadores do programa no seminário de formação do Parlamento Jovem 2013, em dezembro de 2012.

Segundo o professor da PUC Minas e coordenador do projeto, Leandro Rangel, os megaeventos da Fifa (a Copa do Mundo e a Copa das Confederações) e a busca contemporânea pela sustentabilidade nas cidades pesaram na hora de bater o martelo em relação ao tema deste ano. Os subtemas, por sua vez, surgiram após um estudo do que seria possível trabalhar dentro do cronograma do Parlamento Jovem e de uma reunião entre os coordenadores do programa e a Consultoria Temática da ALMG. Os três subtemas escolhidos foram gestão do espaço urbano; conservação da água; e produção e consumo.

“A Consultoria Temática participa com a supervisão dos subtemas, oferecendo textos de apoio, pesquisas e propostas de atividades, com o objetivo de oferecer aos participantes uma visão geral das políticas públicas voltadas ao assunto”, conta Said Pontes de Albuquerque, da Consultoria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Uma atividade de destaque proposta pela Consultoria foi a de visitas dos estudantes aos mananciais de sua região, para conferirem in loco a situação deles e o que as administrações municipais têm feito a respeito.

Interesse dos jovens pelo tema supera expectativas
O histórico positivo de participação dos estudantes no projeto gerou grande expectativa para as atividades deste ano, que abordam um tema de grande apelo em todas as regiões do País. “Os jovens têm se interessado muito pelo tema, observando especificidades locais e se apropriando da discussão relativa à sustentabilidade na sua região”, afirma Leandro Rangel.

Prova dessa atração dos estudantes pelo assunto é a grande participação na fan page do projeto no Facebook, que ultrapassou a marca de 500 fãs menos de dois meses após o seu lançamento, em março.

Um dos estudantes mais participativos é Diego Cota, que cursa Jornalismo na PUC Minas e é um dos monitores da instituição no Parlamento Jovem. “Falta de saneamento, trânsito intenso e a ocupação irregular dos espaços de nossas cidades são problemas que afetam todos nós. Temos consciência de que trabalhar esses temas poderá melhorar, de forma tangível, a vida das pessoas”, explica Diego.

O Parlamento Jovem
O projeto é uma parceria da ALMG com a PUC Minas e várias câmaras municipais, e pretende estimular a formação política e cidadã de estudantes dos ensinos médio e superior por meio de atividades que os levem a compreender melhor a organização dos Poderes, especialmente o Legislativo, e a importância da participação popular no Parlamento.

As etapas municipais do projeto acontecem ao longo do mês de junho, em 16 cidades do Estado. A etapa final, que vai reunir estudantes de todos os municípios participantes, será realizada nos dias 22 e 23 de agosto, em Belo Horizonte.

Fonte: Agência ALMG

Compartilhe!