parlamento_reuniao_agostoNo próximo dia 20 de agosto, Roraima sediará a primeira reunião de 2015 do Parlamento Amazônico. O evento, que será na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), contará com a presença de autoridades das esferas municipais, estaduais, federais e especialistas nas questões ambientais e indígenas, onde debaterão temas pertinentes a região, por meio de mesa-redonda.

O vice-presidente do Parlamento Amazônico, deputado Coronel Chagas (PRTB), explicou que a escolha de Roraima para sediar o evento aconteceu em Manaus, no início de julho, durante encontro com os deputados que compõem o Parlamento, quando foram discutidas várias questões que envolvem a Amazônia, bem como foi estabelecida uma agenda de ações para 2015/2016.

“Nessa reunião, apresentamos alguns problemas que Roraima enfrenta todos os anos, como o atraso do Linhão de Tucuruí, a restrição de tráfego pela BR-174 depois das 18h, parques nacionais, estações ecológicas e reservas indígenas, e os demais componentes do Parlamento se sensibilizaram com essa situação”, disse Coronel Chagas, comentando que o Parlamento se reunirá e realizará seminários em todos os Estados que compõem a Amazônia.

“Vamos discutir esses problemas e, democraticamente, encontrarmos caminhos para o desenvolvimento econômico do Estado, principalmente no setor produtivo”, destacou o parlamentar roraimense. Segundo Chagas, torna-se difícil para os empresários desenvolverem alguma atividade econômica devido aos entraves relacionados às questões indígenas, ambientais e fundiárias. A finalidade do Parlamento Amazônico, conforme o parlamentar, é discutir as problemáticas existentes e traçar novos rumos para criação de emprego e renda visando o crescimento econômico da região.

A atual diretoria foi eleita durante a 19ª edição da Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos (CNLE), realizado em junho, em Vitória (ES). Além do deputado Coronel Chagas (PRTB), fazem parte da equipe os parlamentares Aurelina Medeiros (PSDB), Gabriel Picanço (PRB), Lenir Rodrigues (PPS) e Jorge Everton (PMDB), além de outros deputados dos nove Estados das Amazônia Legal.

Fonte: Agência ALE-RR

Compartilhe!