Um projeto de lei que tramita na Câmara Federal pretende incluir os crimes virtuais contra a mulher dentro do alcance da Lei Maria da Penha, transformando em agressão doméstica e crime inafiançável também este tipo de prática. Este será o tema da audiência pública na próxima segunda-feira (23), na Assembleia Legislativa do Paraná.

O evento terá o depoimento da jornalista Rose Leonel, que teve sua vida íntima devassada por um ex-companheiro, e do especialista em segurança digital, Wanderson Castilho. Enquanto Rose falará sobre os desdobramentos da violência que sofreu, em um depoimento corajoso, Castilho relatará detalhes da investigação digital que levou ao suspeito do crime.

Após a apresentação dos convidados, será formado um grupo de debatedores, a ser integrado pelo deputado estadual Gilberto Martin (PMDB) e pelo deputado federal João Arruda (PMDB); pelas jornalistas Joice Hasselmann e Ruth Bolognese; desembargadora Denise Kruger Pereira; secretária municipal da Mulher, Roseli Isidoro; e pela delegada Paula Brisola.

Fonte: Agência ALEP

Compartilhe!