A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou na tarde desta segunda-feira (28), a 31ª sessão pública que investiga danos causados aos consumidores. Desta vez, os deputados deliberam sobre novas audições que serão realizadas na próxima semana. O prazo de encerramento da CPI deve ocorrer ainda no mês de outubro.

Para o presidente da CPI da Telefonia, deputado João Gonçalves, os serviços oferecidos pelas operadoras precisam melhorar em todo o estado. “A CPI está trabalhando para que o consumidor não continue sofrendo abusos”, disse.

Devem ser chamados para as próximas oitivas servidores do Tribunal de Contas da União (TCU), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Ministério das Comunicações, além de representantes do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) e Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel).

Além do deputado João Gonçalves, a sessão pública contou com a presença dos deputados, Camila Toscano (vice-presidente), Bosco Carneiro (relator) e Janduhy Carneiro.

Fonte: Agência ALPB

Compartilhe!