Durante a segunda reunião da CPI da Telefonia da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão (Alma), criada para investigar as operadoras de telefonia móvel e fixa que prestam péssimo serviço ao consumidor, o presidente da OAB-MA, Mário Macieira, falou da necessidade de abranger a apuração para todos os serviços oferecidos e inclusive pressionar a fiscalização.

“É preciso uma fiscalização mais efetiva por parte da Anatel de todos os serviços oferecidos pelas operadoras e em caso de prejuízo o cliente deve ter direito ao ressarcimento do dinheiro devido”, afirmou Mário Macieira.

O deputado Zé Carlos informou que a CPI ainda deve ouvir a Anatel, o Ministério Público e as operadoras. Outra discussão prevista é um novo marco regulatório para o sistema de telefonia móvel e fixa.

O cliente que quer fazer alguma reclamação do serviço além do Procon, a Assembleia oferece outro canal no site, no ícone CPI da Telefonia. É só preencher o formulário para formalizar a reclamação.

Fonte: Agência ALMA

Compartilhe!