banner-novembroazul-1-489x385pxAinda existem muitos “tabus” a respeito do exame preventivo do câncer de próstata, mas este ainda é um dos métodos mais eficazes para diagnosticar a doença precocemente. Neste ano, a Unale, através da Secretaria de Saúde da entidade, promove a campanha do Novembro Azul: Vergonha é não se cuidar. Vença o tabu e previna-se.

A campanha tem como foco a conscientização de todos os cidadãos e, principalmente, do público masculino sobre a prevenção do câncer de próstata, o segundo mais comum entre os homens, precedido apenas pelo câncer de pele.

O exame preventivo é indicado a partir dos 45 anos, mesmo que não se tenha casos anteriores na família. A taxa de mortalidade aumenta significativamente após os 50 anos e, atualmente, a incidência é maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

O câncer de próstata é uma doença provocada pelo desenvolvimento de um tumor na próstata, uma glândula do sistema reprodutor masculino. Normalmente, é uma doença silenciosa e pouco perceptível já que o tumor cresce lentamente e muitas vezes não produz sintomas na fase inicial. Em alguns casos, o homem percebe algo diferente somente na hora de urinar ou percebe após algum tempo a urina com uma pigmentação muito escura.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram que a estimativa de novos casos gira em torno de 68.220 mil e são causadas cerca de 13.722 mortes por ano.

Incidência hereditária e cuidados

É importante ressaltar que o homem que já tem na família pai ou irmão acometidos pelo câncer de próstata antes dos 60 anos, deve ter atenção redobrada ao exame preventivo, visto que o risco de se ter a doença é aumentado de 3 a 10 vezes comparado à população em geral, o que se reflete tanto por fatores hereditários, como por hábitos alimentares. Isso mesmo, a alimentação tem grande influência no aparecimento da doença.

Foi comprovado por meio de estudos, que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não-transmissíveis, ou seja, hábitos alimentares saudáveis são absolutamente recomendados.

Destaca-se também que realizar pelo menos 20 minutos diários de exercício físico, diminuir o consumo de álcool e não fumar, também são ações essenciais para prevenir o câncer de próstata.

Camila Ferreira/ Ascom Unale
Compartilhe!