Definida para acontecer nos dias 09 a 11 deste mês, a 25ª Conferência Nacional da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) terá Pernambuco como sede, pela nona vez. Diretamente da Arena Pernambuco, deputados estaduais de todo Brasil estarão reunidos para discutir propostas, apresentar problemas e soluções dos seus estados, participar de capacitações e palestras sobre os mais variados temas relevantes em escala nacional e mundial. Ao Diario de Pernambuco, o deputado estadual e vice-presidente da Unale, Diogo Moraes (PSB), deu detalhes do evento.

A edição é, também, um momento de retorno. A última conferência aconteceu há dois anos, antes da pandemia da Covid-19. Vale destacar que o encontro se trata do maior evento de parlamentares da América Latina, e traz lideranças para além do eixo sul do continente. Dois senadores dos EUA, um embaixador de Taiwan, do Canadá, representantes do Mercosul e China já confirmaram presença. Em outras edições, o evento já chegou a reunir mais de vinte países.

Em entrevista exclusiva ao Diario Moraes destacou que a conferência é se trata de um momento apartidário e com enfoque nas necessidades de cada estado, representada por seus legisladores. O deputado estadual elencou temas como tecnologia, infraestrutura, educação e segurança. Além disso, também acontece, anualmente, durante o evento, a eleição para o presidente da Unale.

‘’É um momento que a gente encontra e discute diversas pautas, de diversas regiões, que muitas vezes não tem vez no Congresso, por falta de conhecimento. Por exemplo, já discutimos a vaquejada no Congresso Nacional e o pessoal do Rio Grande do Sul não sabia nem o que era. A conferência serve muito para a gente se aproximar, poder falar em uma única língua e levar essa demanda para o parlamento’’ destacou o postulante.

Para Diogo, a prioridade é tornar pública a discussão e melhorar a vida dos brasileiros: ‘’Além da nova legislatura do parlamento, também vamos discutir nossos próximos desafios. Serão 17 salas simultâneas tratando de setores de cada departamento, como segurança, polícia, economia global, cidades inteligentes, cenários do futuro… Ou seja, foge das questões apenas legislativas e adentra em questões urbanas. Virão, também, servidores públicos do Brasil inteiro, porque apesar da lista de deputados mudar, esses profissionais continuam. Será uma conferência ampla, sem partidarismo, discutindo temas de escala nacional e mundial’’ concluiu o postulante.

Fonte: Diário de Pernambuco

Compartilhe!