Ao participar nesta segunda-feira (28) da  última etapa da IX Jornada estadual contra a Violência e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o deputado Miki Breier (PSB/RS) voltou a assinalar a necessidade de  ações integradas para a proteção da infância e da juventude. “É preciso que a rede esteja funcionado e tenha capacidade de se articular e agir rapidamente, não apenas no socorro, mas, principalmente, na prevenção”, afirmou.

Ao participar nesta segunda-feira, dia 28, da  última etapa da IX Jornada estadual contra a Violência e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o deputado Miki Breier (PSB/RS) voltou a assinalar a necessidade de  ações integradas para a proteção da infância e da juventude. “É preciso que a rede esteja funcionado e tenha capacidade de se articular e agir rapidamente, não apenas no socorro, mas, principalmente, na prevenção”, afirmou.

A Jornada percorreu desde junho as principais regiões do Rio Grande do Sul discutindo a qualificação dos serviços de atendimento às crianças vítimas de maus tratos. Além do encerramento em Gravataí,  foram realizadas etapas em outras seis cidades: Santa Maria, Rio Grande, Santa Rosa, Passo Fundo, Uruguaiana e Caxias do Sul.

“Estivemos em vários municípios e é com tristeza que constatamos que este tipo de crime é mais comum do que deveria. Por isso precisamos agir na prevenção e recuperação das vítimas”, alertou Miki Breier, presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado.

A secretária de Trabalho, Cidadania e Assistência Social de Gravataí, Ângela Rodrigues, informou que o Executivo municipal está se articulando para inciar os trabalhos para a implantação de um Centro de Referência Integral de Adolescentes (CRAI) na cidade. “Vamos iniciar esta discussão e pretendemos em breve apresentar os protocolos necessários para que a estrutura seja implantada aqui”, revelou.

A vereadora de Gravataí Anabel Lorenzi (PSB) lembrou que a Câmara de Vereadores de Gravataí foi pioneira ao implantar a Comissão Permanente em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, desde 2005 – resultado do projeto de lei de autoria de Miki Breier, então vereador. “Além de ações continuadas, realizamos anualmente a Semana Municipal de combate à violência contra crianças e adolescentes”, relatou.

A atividade acontece na Ulbra e reuniu o Secretário Estadual da Justiça e Direitos Humanos, Fabiano Pereira; a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Berenice Saut; a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Maribel Medeiros; além de conselheiros tutelares e representantes do Ministério Público, do curso de Serviço Social da Ulbra e do 17º Batalhão da Polícia Militar de Gravataí.

A Jornada é uma promoção conjunta da Assembleia Legislativa, da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, do Ministério Público e da Secretaria Estadual da Justiça e Direitos Humanos.

Compartilhe!