Search
Close this search box.

A Assembleia Legislativa (ALMG) lança oficialmente a Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas na Área da Saúde de Minas Gerais. O evento é nesta quarta-feira (26/10). De autoria do presidente da Comissão de Saúde, deputado Carlos Mosconi (PSDB).

A Assembleia Legislativa (ALMG) lança oficialmente a Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas na Área da Saúde de Minas Gerais. O evento é nesta quarta-feira (26/10). De autoria do presidente da Comissão de Saúde, deputado Carlos Mosconi (PSDB), a iniciativa recebeu a assinatura de 37 parlamentares. “Precisamos defender os interesses sociais e econômicos dos hospitais e entidades filantrópicas do Estado.

Muitas dessas instituições estão atendendo acima do limite por causa da alta demanda. Além disso, essas entidades sofrem com problemas financeiros. Não podemos permitir que esses hospitais fechem as portas”, salientou o deputado Mosconi. Finalidade. Entre os principais objetivos da Frente estão a promoção e o aperfeiçoamento de legislações referentes ao setor, e o desenvolvimento técnico e científico da assistência médico-hospitalar coberta pelo SUS e pela Saúde Suplementar.

A Frente pretende avaliar ainda os programas de contratualização do Ministério da Saúde e o Pro-Hosp, da Secretaria de Estado de Saúde, a fim de tentar corrigir possíveis distorções. A Frente Parlamentar é criada no momento em que Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais – FEDERASSANTAS – completa 25 anos de luta em favor das entidades filantrópicas de Saúde do Estado. Atualmente, existem 100 Santas Casas e 200 hospitais filantrópicos em Minas. Desse total, a Federassantas congrega 260.

Imagem e texto: Janaina Massote

Compartilhe!