Representantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes da Câmara dos Deputados e de entidades que atuam na área da infância e adolescência reuniram-se na segunda-feira (09), no Complexo de Comissões Técnicas do legislativo cearense, para apresentar o diagnóstico e o balanço das atividades realizadas no primeiro semestre de 2012. O encontro foi organizado pela Comissão de Infância e Adolescência da Assembleia Legislativa do Ceará.

A presidente da CPI, deputada federal Erika Kokay (PT-DF), explicou que a Comissão tem visitado estados e cidades que apresentam alto índice de denúncias de exploração sexual de crianças e adolescentes. Conforme ela, Fortaleza aparece como terceira neste ranking.

A presidente da Comissão da Infância e Adolescência, deputada Bethrose (PRP), apontou a criação de delegacias especializadas em quatro microrregiões do Estado; ampliação do quadro de delegados e da quantidade de Centros de Referências Especializados de Assistência Social (Creas) e o fortalecimento dos conselhos tutelares como responsáveis pela diminuição  desses crimes.

Compartilhe!