SONY DSC
SONY DSC

A mulher, em dois cenários opostos, é a protagonista da exposição “A Noiva”, que está na Galeria Francisco Schwarz, na Assembleia Legislativa (Ales). As obras, feitas com técnica de acrílico sobre tela, são da artista Maria Lúcia Sandri, natural de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

A primeira parte da exposição retrata a mulher oprimida, vítima de violência; a segunda, a mulher como noiva, em uma experiência espiritual de libertação na qual retorna junto de seu criador, Deus.

De acordo com a artista, a exposição também tem como objetivo conscientizar a mulher de seus direitos. “A violência contra a mulher assola nosso país e não atinge apenas a mulher, mas todos a sua volta. Um dos objetivos é conscientizar as mulheres de seus direitos, da importância de buscar ajuda e denunciar o agressor. Um dos nossos principais instrumentos de luta é a Lei Maria da Penha”, explicou Maria Lúcia, que se dedica à arte desde 2003.

Na Ales, a exposição fica até o dia 18 de dezembro e deve continuar em outros espaços de arte do Estado. Um dos projetos da artista é expor no Tribunal de Justiça. Ela foi convidada pela juíza Ermínia Azoury, idealizadora da implantação do “botão do pânico” no Espírito Santo.

Serviço

Exposição: “A Noiva”

Data: 1° a 18 de dezembro de 2015

Dias: segunda a sexta-feira, de 10 às 17 horas.

Local: Galeria Francisco Schwarz

Artista: Maria Lúcia Sandri

Compartilhe!