Luci Ribeiro

A expectativa de vida do brasileiro de ambos os sexos ao nascer passou de 74,6 anos em 2012 para 74,9 anos em 2013, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento, embora pequeno, mantém a tendência de crescimento da taxa por anos consecutivos.

Em 2011, a esperança de vida do brasileiro era de 74,1 anos. Em 2002, o índice era de 71 anos.

Os dados estão na Tábua Completa de Mortalidade, publicada no Diário Oficial da União desta segunda. Tais informações são utilizadas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no cálculo/previdência pública. Quanto maior a expectativa/vida, menor deverá ser o pagamento da aposentadoria.

A tabela mostra a expectativa de vida para todas as idades até os 80 anos. A expectativa de 74,9 anos se refere à uma criança que acabou de nascer (0 anos). Já uma criança de dez anos de idade, por exemplo, tem a expectativa de viver até os 76,3 anos. Um jovem de 18 anos deve viver, em média, até os 76,6 anos.

Uma pessoa de 40 anos tem a expectativa de vida de 78,5 anos. Aqueles que têm 80 anos ou mais têm expectativa média de viver mais 9,2 anos.

Aposentadoria. Utilizando o período de idade em que se concedem aposentadorias, ou seja, dos 40 até 80 anos, a expectativa de vida dos segurados aumentou em média 58 dias, ou seja, quase 2 meses, segundo cálculos da consultoria atuarial Conde. O aumento veio acima do que nos últimos anos, quando a média vinha subindo 40 dias.

Sobre o valor da aposentadoria, a consultoria estima que considerando a Tábua antiga e a nova a maior redução de benefício ficou em torno de 1,30% (na idade 69 anos), mas a média se posicionou em 0,65%.

Publicado em O Estado de São Paulo em 01/12/14

Compartilhe!