Search
Close this search box.
Foto/Divulgação

Com o objetivo de capacitar vereadores, gestores legislativos, servidores públicos, a Escola do Legislativo, por meio do Forma Alepa/Elepa Itinerante realiza nos próximos dias, em Bragança, cursos de aperfeiçoamento profissional, no período de 23 a 25 de setembro.

O evento será realizado pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), com temas direcionados às diversas atividades do setor público, tais como: Competências, efetividade e controle de constitucionalidade; Meios de Comunicação e a imagem do político; Administração pública contemporânea: novos desafios, a partir da reforma do Estado; Técnicas e processos legislativos; Licitação e contratos.

A programação contemplará vereadores, prefeitos e servidores de toda a Região do Caetés, e os municípios de Bragança, Salinópolis, São João de Pirabas, Santarém Novo, Quatipuru, Tracuateua, Nova Timboteua, Peixe Boi, Capanema, Bonito, Santa Luzia do Pará, Augusto Correia, Viseu, Primavera, Cachoeira do Piriá e São Franciso do Pará.

Na ocasião, será celebrado um Acordo de Cooperação Técnica, com assinatura entre a Assembleia Legislativa do Pará e a Câmara Municipal, para a implantação e execução do Programa de Formação Continuada e Modernização do Poder Legislativo, com o objetivo de estabelecer e regular a implementação das ações de qualificação junto aos municípios.

“Vamos orientar os gestares e assessores. O setor público precisa saber como é processado o Poder Legislativo e isso é importante. O contato, a interação é necessária e todos ganham. Conhecimento é algo que só vem somar na vida de qualquer pessoa. Nosso papel, enquanto Alepa, é trabalhar em todas a regiões”, disse o presidente do Parlamento Estadual, deputado Chicão.

Bragança

Bragança é considerada a “Pérola do Caetés” e “Terra da Marujdada”, com população estimada em 130.122 habitantes, segundo informações do IBGE. Banhada pelo rio Caeté, é uma das cidades mais antigas e importantes do Pará, fundada no ano 1613.

Localizada a cerca de 200 km da capital, possui vocação para o turismo, além da arquitetura com traços europeus, Bragança ostenta rica natureza, com belas praias e uma economia que gira em torno das atividades da pecuária, da agricultura e do extrativismo pesqueiro.

Fonte: ALEPA

Compartilhe!