A Diretoria Executiva da Unale realizou nesta quinta-feira (29), na sede do Parlamento gaúcho, a 2ª reunião da gestão 2013/2014. O encontro foi comandado pelo presidente da Entidade, deputado Venâncio Fonseca (PP/SE). Um dos assuntos abordados foi a divisão do bolo tributário. Segundo levantamento realizado pelo Ministério da Fazenda, o quadro atual aponta que os Estados menores são os mais prejudicados, como é o caso do Acre que em 2012 teve uma perda anual de 37 milhões por mês, totalizando 444 milhões ao ano.

Segundo o presidente da Unale, este assunto precisa ser mais detalhado pela Entidade, que deve formular um estudo aprofundado para que medidas sejam estudadas. “Não podemos mais permitir que Estados pequenos percam tanto dinheiro que poderia ser investido em educação, saúde e saneamento”, afirmou.

Ainda durante o encontro foram debatidos questões técnicas sobre a realização da XVIII Conferência Nacional da Unale, que será realizada em 2014. Para os parlamentares, a próxima Conferência precisa abordar o desejo de mudança do brasileiro.

Além do presidente da Unale, participaram da reunião os deputados Miki Breier (RS); Antonio Arroyo (MS); José Luis Tchê (AC); Artagão Júnior (PR); Edson Brum (RS); Alexandre Postal (RS); Daniel Bordingnon (RS); Deusimar o Tererê (PI); Chagas Romão (AC); Ernani Polo (RS); Alencar da Silveira (MG); Guilherme Maluf (MT); Gerson Chagas (RR); Josi Nunes (TO); Wanderley Dallas (AM); Sandro Locutor (ES); Miki Breier (RS); Zé Carlos (MA); Cícero Magalhães (PI); Raul Carrion (PCdoB/RS); Antonio dos Santos (SE); Zé Franco (SE); Augusto Bezerra (SE); Washington Mesquita (DF); Lindolfo Pires (PB); Silvio Drevck (SC); Joares Ponticelli (SC); Conceição Vieira (SE); Zezinho Guimarães (SE); Nininho (MT), além do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS), Pedro Westphalen (RS).

Compartilhe!