A deputada Celina Leão (PSD) propôs no dia 25 a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os gastos com a Copa no Distrito Federal. Além dela, já assinaram o requerimento Eliana Pedrosa e Liliane Roriz (PSD). Celina defende que a Câmara Legislativa fiscalize os gastos públicos e dê uma resposta à população que se manifesta nas ruas. Já a líder do governo na Casa, deputada Arlete Sampaio (PT), rebateu a proposta com a justificativa de que os órgãos de controle, como o Ministério Público e o Tribunal de Contas, é que devem fazer essa investigação.

“A fiscalização faz parte de nosso mandato parlamentar, por isso gostaria de contar com a assinatura de todos vocês para a abertura da CPI. Em todos os governos a Câmara investigou, abriu comissões de inquérito”, afirmou Celina Leão. A distrital citou os gastos com a construção do estádio Mané Garrincha – maiores que a previsão original –, a compra de entradas para autoridades assistirem à abertura da Copa das Confederações e o alto valor dos ingressos como indícios de irregularidades. Para instalar uma CPI na Câmara Legislativa são necessárias as assinaturas de, no mínimo, oito parlamentares.

Fonte: CLDF

Compartilhe!