Na tarde desta terça-feira (22), as deputadas Tia Ju (RJ), vice-presidente da região sudeste da Unale e presidente da Comissão de Mulher; Socorro Pimentel (PE); Alessandra Campelo (AM); Fabíola Mansur (BA); Luciane Carminatti (SC); Ione Pinheiro (MG); Terezinha Maia (RN); Joilma Teodora (RR); Cloara Pinheiro (PN); Cristiane Dantas (RN) e Delegada Sheila (MG), vice-presidente de Assuntos Legislativos da Comissão de Justiça e Segurança Pública da Unale, estiveram no 4º Encontro Nacional de Procuradoras da Mulher, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

“O principal objetivo deste encontro foi nos municiar com informações e ferramentas que fortalecerão as procuradorias como um todo. Os órgãos participantes foram fundamentais, apresentaram levantamento de informações para o êxito deste trabalho. Mostrando dados e analisando pautas que resultarão em dados relevantes”, ressaltou a parlamentar Tia Ju.

O evento reuniu cerca de 90 autoridades, entre senadoras, vereadoras, ministras e deputadas estaduais e federais que integram a Rede Nacional de Procuradoras da Mulher dos legislativos de todo o País.

As autoridades que compuseram os momentos de palestras ressaltaram, a todo momento, a necessidade das mulheres integrarem cada vez mais os espaços de poder.

“O mais importante é observar que o foco principal é fortalecer a participação da mulher na política. Só alcançaremos este objetivo de mãos dadas com todas as esferas. Neste encontro foi confirmada a importância de estarmos todas juntas, uma por todas, nós por todas”, finalizou a deputada Tia Ju.

A procuradora da Mulher na Câmara, deputada federal Soraya Santos (RJ), destaca a importância das mulheres na política. “É inadmissível que nós tenhamos um único município sem a presença de uma mulher para corrigir a lei, porque a lei é capenga e é contraditória se ela não tiver os dois olhares”, iniciou.

Compuseram a mesa do encontro as senadoras Zenaide Maia (PB) e Daniella Ribeiro (PB); as deputadas federais Yandra Moura (SE) e Iza Arruda (PE); Kaliana Kalache, diretora de políticas públicas do Meta; Raquel Branquinho, coordenadora do GT de violência política de gênero do Ministério Público Eleitoral; Edilene Lobo, ministra substituta do Tribunal Superior Eleitoral; Renata Gil, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros e idealizadora da Campanha Sinal Vermelho em combate à violência contra a mulher; Daiane Nogueira de Lira, advogada e recente indicada para o Conselho Nacional de Justiça; Bianca Stella Azevedo Barroso, promotora de justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e coordenadora do Núcleo de Apoio à Mulher do MPPE; Leandre Dal Ponte, secretária da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa do Paraná; Naiany Salvadori, procuradora da mulher na Câmara Municipal de Campo Mourão (PR); as procuradoras-adjuntas da Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados Maria Rosas (SP) e Delegada Ione (MG).

A procuradoria

Na Câmara dos Deputados, a Procuradoria da Mulher integra a Secretaria da Mulher, que reúne, também, a Coordenadoria-geral dos Direitos da Mulher e o Observatório Nacional da Mulher na Política.

As três estruturas atuam para possibilitar monitoramento dos temas relacionados às mulheres, tanto no âmbito de proposições legislativas, como no acompanhamento da efetividade das políticas públicas e no desenvolvimento de pesquisas com foco na atuação das mulheres na política.

A Procuradoria da Mulher integra a Mesa Diretora da Câmara e é formada por uma procuradora e três procuradoras-adjuntas: Maria Rosas (SP), Any Ortiz (RS) e Delegada Ione (MG).

Confira as fotos do 4º Encontro Nacional de Procuradoras da Mulher. 

Por Malu Souza/Ascom Unale

Compartilhe!