alego_2_10Com o objetivo de abordar questões comuns aos vários municípios e otimizar parcerias entre Estado e prefeituras, o Governo de Goiás reativou o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Goiânia (Codemetro).

Representante da Assembleia Legislativa de Goiás no grupo, o deputado Francisco Júnior (PSD) afirma que o conselho — que tem caráter normativo e deliberativo — terá a possibilidade de dar andamento a diversos projetos e parcerias para solucionar problemas comuns às cidades que fazem parte da Região Metropolitana, com o auxílio da instituição de novos consórcios intermunicipais, por exemplo.

Segundo Francisco Júnior, a ação consorciada com a união das cidades para executar serviços em conjunto é o melhor instrumento na solução de várias questões que os municípios não conseguem resolver sozinhos. “Os consórcios intermunicipais já demonstraram ser uma das mais bem-sucedidas formas de sanar deficiências estruturais, principalmente em áreas primordiais como o transporte coletivo e a coleta e tratamento de resíduos sólidos. Além disso, o Governo Federal e até mecanismos internacionais têm facilitado e incentivado a obtenção de recursos e a viabilização dessas obras, quando feitas de forma consorciada. Esse deve ser um dos nossos focos de trabalho no conselho.”

O Codemetro será composto por secretários de Estado e municipais, superintendentes de diversos órgãos estaduais, prefeitos dos 20 municípios que formam a Região Metropolitana de Goiânia, representantes da UFG, da UEG e da PUC Goiás, e da Assembleia Legislativa.

A previsão é de que também sejam criadas diversas câmaras deliberativas nos moldes da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), em áreas como a saúde, mio ambiente, segurança pública e habitação, entre outras, para identificar os problemas comuns nas cidades da Região Metropolitana e trabalhar soluções.

Clique AQUI para visualizar o decreto que nomeia os membros do Conselho.

Fonte: ALEGO

Compartilhe!