Search
Close this search box.

 

alsc_02Segurança Alimentar e Responsabilidade Profissional é o tema central do 8º Congresso Estadual de Engenheiros Agrônomos (CEEA), que vai até sexta-feira em Florianópolis. Os profissionais e estudantes de Agronomia debatem a situação da profissão no estado e seu papel na garantia da segurança alimentar. O presidente em exercício da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Joares Ponticelli (PP) participou da abertura do congresso.

O congresso é promovido pela Feagro, Seagro e Uneagro, três entidades que representam os engenheiros agrônomos em Santa Catarina. A abertura oficial coube ao presidente da Feagro, Raul Zucatto. O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, foi o responsável pela conferência de abertura, sob o tema “A importância do setor agropecuário no desenvolvimento do Estado de Santa Catarina”.

Segundo Leonel Ferreira Junior, presidente da Uneagro e secretário-adjunto do congresso, o engenheiro agrônomo é um dos atores principais na garantia da segurança alimentar. “Esse profissional tem que atuar de forma segura e responsável, buscando uma produção de qualidade, sem deixar de lado as questões ambientais”, disse.

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Joares Ponticelli (PP) participou da abertura do congresso. Para ele, Santa Catarina, por sua importância no cenário da agricultura no Brasil, tem muito a contribuir para a garantia da segurança alimentar. “Agora temos essa boa notícia, que é a possível vinda de uma planta para produção de fertilizantes no Sul do estado, que dará uma contribuição para que o Brasil possa ser o celeiro do mundo”, destacou.Os deputados Eni Voltolini (PP) e José Milton Scheffer (PP), que são agrônomos, também participaram da abertura do congresso. Para Zé Milton, o engenheiro agrônomo tem papel estratégico para a garantia da segurança alimentar. “O conhecimento do profissional é fundamental para que haja o crescimento da produção de alimentos, necessário para dar conta do aumento da população, e preservar o meio ambiente”.

Já Eni Voltolini afirmou que a categoria debate há bastante tempo a questão da segurança alimentar. “Não queremos mais só prover o país de alimentos, queremos alimentar de forma segura, com quantidade e qualidade, e os agrônomos têm um papel central nessa questão”.A programação completa do 8º CEEA pode ser conferida no site www.8ceea.com.br.

Compartilhe!