A Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher debate o “Projeto Banco Vermelho”, que faz parte da programação do “Agosto Lilás” – mês destinado à conscientização para o fim da violência contra a mulher.

A medida, prevista no PL 147/24, da deputada Maria Arraes (PE), foi aprovada na Câmara dos Deputados e agora depende da análise do Senado Federal. Foi a autora da proposta quem solicitou o debate.

Conforme a proposta, pelo menos um banco de praça será instalado na cor vermelha em espaços públicos de grande circulação de pessoas, com frases para estimular a reflexão sobre o tema e contatos de emergência, como o Disque 180, para denúncia e suporte para a vítima.

“O Movimento é um manifesto internacional de conscientização e combate ao feminicídio e à violência contra a mulher, que teve início na Itália em 2016 e se expandiu globalmente, com bancos instalados em diversos países”, explica a deputada. “No Brasil, a primeira cidade a aderir ao projeto foi Recife , através do Instituto Banco Vermelho”, acrescenta.

Foram convidados:
– a presidente do Instituto Banco Vermelho, Andrea Rodrigues;
– a diretora-executiva do Instituto Banco Vermelho, Paula Limongi;
– representante da Prefeitura Municipal de Recife (PE); e
– representante do Ministério das Mulheres.

O debate será realizado à 14h30, no plenário 2, da ala Nilo Coelho, no Senado.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhe!