Os membros da Comissão de Agricultura da Unale estiveram reunidos, na tarde desta quinta-feira (19), de forma híbrida, para definir as próximas agendas e pautas da Pasta para este ano. Na ocasião, estiveram reunidos o presidente, deputado Adolfo Brito (RS), o vice-presidente de Assuntos Sociais, deputado Marcelo Sobral (SE) e o secretário, deputado Antônio Carlos Arantes (MG).

Os principais objetivos desta reunião foi definir as próximas agendas da Comissão e debater soluções trazidas no último Simpósio realizado para enfrentamento da estiagem, além de concentrar esforços para tratar sobre o uso consciente dos recursos naturais hídricos, atrelados a uma prática ambiental responsável.

O presidente Adolfo Britto ressaltou a importância do último simpósio realizado no Rio Grande do Sul, “foi um amplo debate em que pudemos ver que há alternativas concretas que podem servir de inspiração para que adotemos políticas públicas que impeçam o estado de voltar a sofrer com os prejuízos da estiagem”.

No decorrer da reunião foi definida uma visita técnica, que será realizado de 30 de novembro a 30 de dezembro, às Barragens de criação do peixe tilápia e do camarão do Estado de Sergipe, para que possa ser debatido na Assembleias Legislativas leis que favoreçam a alta produção do pequeno produtor e a melhor reservação da água evitando os períodos de seca.

O vice-presidente de Assuntos Sociais, Marcelo Sobral, destacou a importância e necessidade da troca de experiências para esta gestão, colocando em evidência o olhar que terá direcionado para aprender mais nas regiões do Brasil. “É importante ressaltar que cada região tem as suas peculiaridades. No Estado do Sergipe, nós temos muito forte a questão da aquicultura, que envolve o cultivo de camarão e peixe. Este intercâmbio de experiências é crucial para o desenvolvimento local”, ressaltou.

Comissão de Agricultura

Criada em julho de 2017, a Pasta é responsável por elaborar e apresentar propostas, seminários e discussões sobre assuntos de interesses da agricultura brasileira. Além disso, atua com a proposição de atividades que sirvam de incentivo ao desenvolvimento de políticas públicas na área, promove a participação dos parlamentares filiados em fóruns nacionais e internacionais e debate especificações do segmento.

Por Danilo Gonzaga/ Ascom Unale

Compartilhe!