Discutir e relacionar aspectos do planejamento urbano e regional a partir de temáticas atuais que envolvem as cidades e seus espaços.  Com esse enfoque será realizado na Câmara Legislativa, no período de 03 a 05 de outubro, o 5º Congresso Luso-Brasileiro para Planejamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável – PLURIS 2012. A Coordenação do congresso está a cargo da Universidade de Brasília em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e Universidade do Minho, sediada em Portugal. O evento conta com o apoio da Câmara Legislativa do DF, do Laboratório de Sustentabilidade Aplicada à arquitetura e ao urbanismo – LaSUS/ UnB e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UnB (FAU). Informações sobre inscrições e programação podem ser obtidas por meio do site www.pluris2012.unb.br ou pelos fones (61) 3107-7458 e (61) 3107-7445.

A coordenadora geral do evento, Marta Adriana Bustos Romero, professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UnB, explica que o PLURIS 2012 representa a continuidade da parceria entre pesquisadores do Brasil e de Portugal, tendo como meta a análise dos aspectos do planejamento urbano e regional, do ambiente construído, da qualidade de vida, da mobilidade e dos transportes, abordando questões atuais e que envolvem não só características comuns ao Brasil e a Portugal, mas também a outros países. Precedido pelo PLURIS 2010, realizado em Faro, Portugal, o congresso bianual tem sua quinta edição no Brasil, desta vez sendo sediado na Câmara Legislativa do DF. O evento é aberto aos diversos perfis de participantes: pesquisadores, acadêmicos, estudantes, bem como a profissionais ligados aos temas e tópicos abordados.

De acordo com Marta Romero, nesta edição do PLURIS as cidades e os trabalhos de reabilitação de espaços urbanísticos serão o foco do evento. Para ela, é importante recuperar as periferias, valorizando o seu patrimônio histórico-arqueológico, e reestruturar e ampliar a rede urbana, incorporando as grandes áreas livres para minimizar os danos advindos da falta de conservação dos espaços.

Marta Romero observa, ainda, que cada vez mais a atuação dos arquitetos e engenheiros depara-se com a necessidade de intervenção no “pré existente”. Dessa forma, uma atitude de preservação e coerência em relação ao pré-construído é fundamental para a manutenção da identidade e memória da população, mas também incide em questões legais, econômicas e de sustentabilidade do ambiente construído.

“Preservar é atuar para garantir a conservação e a autenticidade das edificações, o que implica na reabilitação das relações de escala, dos espaços urbanos e seus usos, além da preservação daquilo que não é material, mas que se construiu ao longo dos anos e que se afirma como tradição e costume local, configurando o patrimônio imaterial da cidade”, concluiu Marta Romero.

Para o presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício (PT), a realização do PLURIS 2012 na sede do Legislativo do DF é mais uma prova de que a Casa está aberta aos debates de grandes temas que podem se converter em melhoria da qualidade de vida do cidadão brasiliense. “Para nós é uma enorme satisfação e um privilégio abrigar esse importante congresso, que poderá nos oferecer propostas de soluções urbanísticas para a melhoria de nossas cidades”, finalizou Patrício.

Fonte: CLDF

Compartilhe!