Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

O deputado Roosevelt Vilela apresentou na Câmara Legislativa o Projeto de Lei n° 138/2023, que propõe a instalação de totens eletrônicos de autoatendimento em locais de grande circulação no DF. De acordo com a proposta, cada região administrativa deverá ter um equipamento, que possibilitará a consulta e pagamento dos serviços públicos, bem como a emissão de certidão nada consta.

Roosevelt Vilela destaca que serviços como IPTU, energia elétrica, água, IPVA, além de recargas de passe estudantil, consulta nos programas sociais como CRAS e CODHAB, serão consultados e pagos por meio do totem eletrônico.

“Com a correria do dia a dia, muitas vezes esquecemos de tarefas simples que podem complicar as nossas vidas no futuro. Facilitar e modernizar a vida do cidadão do DF é dever do nosso mandato”, enfatizou o parlamentar.

O PL tramitará, em análise de mérito, na Comissão de Assuntos Sociais, e em análise de admissibilidade, nas Comissões de Economia, Orçamento e Finanças e na de Constituição e Justiça. Na sequência, será votado em Plenário pelos parlamentares da CLDF.

Serviço já existe em São Paulo

O totem de autoatendimento do estado de São Paulo é denominado de Poupatempo e vem sendo o serviço público paulista mais bem avaliado há uma década. Lá, o equipamento eletrônico garante acesso a mais de cem serviços municipais e estaduais de forma rápida, segura e acessível.

Ainda no caso paulista, o modelo dos totens se assemelha à tela de um tablet e conta com leitor biométrico de alta precisão para facilitar solicitações de documentos como RG, CNH e desbloqueio de cartões sociais. Os equipamentos também têm scanner para digitalização de documentos e envio em tempo real de arquivos.

Fonte: CLDF

Compartilhe!