A implantação de um campus da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) na região cearense do Vale do Jaguaribe foi discutida em audiência pública da Comissão de Ciência, Tecnologia e Educação Superior da Assembleia Legislativa na última sexta-feira (01).

 

A implantação de um campus da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) na região cearense do Vale do Jaguaribe foi discutida em audiência pública da Comissão de Ciência, Tecnologia e Educação Superior da Assembleia Legislativa na última sexta-feira (01). O debate ocorreu por solicitação dos deputados Delegado Cavalcante (PDT) e Antônio Granja (PSB).

Antônio Granja se referiu a uma possível disputa entre os municípios de Morada Nova e Jaguaruana pela Ufersa. Segundo afirmou, é preciso haver união pelo Vale do Jaguaribe, independente da cidade em que a universidade vai ser implantada, o que será decidida pelo Ministério da Educação (MEC).

Pronunciaram-se também sobre o assunto o deputado federal Danilo Forte (PMDB-CE); os deputados estaduais Dedé Teixeira (PT), Maílson Cruz (PRB) e a deputada Mirian Sobreira (PSB); o reitor da Ufersa em Mossoró, Josivan Barbosa; o prefeito de Morada Nova, Glauber Barbosa Castro, e o prefeito de Jaguaruana, Bebeto Delfino.

Compartilhe!