carloshilsdorfO segundo dia da 20ª CNLE, quinta-feira (2), contou com uma ampla programação, que se estendeu ao longo de todo o dia. Carlos Hilsdorf, com toda sua versatilidade, encerrou a programação apresentando o tema “Construindo a melhor versão do futuro”.

Em sua palestra, o conferencista utilizou humor e elementos lúdicos, como o ilusionismo, para contextualizar o tema abordado e levantar questionamentos sobre a vida moderna. “As pessoas estão cada vez mais sem tempo, mesmo com as novas tecnologias que nos auxiliam em quase tudo. Antigamente as pessoas acumulavam funções, enquanto hoje, as coisas que utilizamos é que têm várias funções”, relatou.

Hilsdorf também enumerou os quatro motivos para a falha humana. “Achar que se pode fazer algo sozinho, estar satisfeito com o resultado, ter vaidade e confundir desafios com problemas, levam o homem ao erro”, comentou.

Ao se dirigir aos parlamentares, o palestrante disse que o futuro não deve ser uma ilusão do passado. “Política é a arte de negociar e fazer negociações. As pessoas devem pensar de forma independente e fazer a diferença, sem abandonar o sonho coletivo de reconstrução”, concluiu.

Compartilhe!