Representantes do governo de Pernambuco e da prefeitura de Recife receberam, nesta quinta-feira (23), representantes das delegações da China, Canadá e Suécia. O encontro visa a aproximação entre o governo de Pernambuco e esses países para a realização de parcerias no futuro.

Os debates foram coordenados pelo secretário executivo de Articulação Internacional do governo de Pernambuco, Rodolfo Ramires, e pelo vice-prefeito de Recife, Luciano Siqueira. Eles estavam assessorados por Roberto Trevas e Lauro Gusmão. Participaram o representante chinês, Qing Boming; os parlamentares canadenses, Suzanne Proulx e Gerry Klavounos, da Assembleia Nacional de Quebec e o sueco Per Karlsson.

Luciano Siqueira lembrou a tradição histórica pernambucana nesse tipo de relacionamento, em especial com o governo chinês, com o qual mantém contatos desde 2007, quando firmaram parceria para a troca de experiência “que podem resultar em investimentos, relações comerciais e intercâmbio cultural”. “A China” – lembrou – “é o principal parceiro comercial do Brasil desde o primeiro governo do ex-presidente Lula”.

Ramires destacou que Pernambuco é o estado brasileiro que registra as maiores taxas de crescimento dos últimos anos. Por isso mesmo, considera prioritário incrementar suas relações com outras nações, buscando atrair novos investimentos. Destacou o intercâmbio educacional com o Canadá, através do programa “Ganhe o mundo”, que consiste no envio de alunos da rede pública do ensino fundamental para passar um semestre naquele país.

“Queremos mais relações comerciais, educacionais e culturais com outros povos. Conhecer a cultura de um povo é conhecer a sua alma” – destacou. O representante do governo Pernambucano disse, ainda, que a reindustrialização do Estado cria novas oportunidades de investimento, e lembrou que Recife está em um raio de 800 km de sete capitais brasileiras, que concentram 80% do PIB regional.

Os representantes estrangeiros foram unânimes em agradecer pela receptividade e mostraram interesses em desenvolver intercâmbios com Pernambuco em busca de oportunidades de investimentos futuros e incremento na relação comercial e cultural com o Estado e a cidade de Recife.

Compartilhe!