Grupos apoiadores da causa indígena fizeram um panorama da situação indígena no Amazonas, nesta terça-feira (22), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), pela passagem do Dia do Índio. Participaram a  Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Secretaria de Estado para os Povos Indígenas, Fundação Nacional do Índio, Secretaria de Educação, Fundação Tupana-Suri, Federação dos Indígenas do Rio Negro e Associação dos Povos Indígenas do Amazonas.

O deputado Sidney Leite abriu o debate enumerando as principais dificuldades enfrentadas pelos indígenas, por conta de algumas leis. “Da forma que está a legislação, o indígena não tem direito a saneamento básico, nem a políticas públicas adequadas, acumulando lutas históricas de inúmeras lideranças indígenas”, declarou.

O representante da Associação dos Povos Indígenas do Amazonas, José Augusto Alves, o “Cacique Miranda”, citou algumas das dificuldades vivenciadas pelos indígenas como a falta de medicamentos e o difícil acesso à educação. “O repasse de verbas federais que chega até as comunidades é mínimo, insuficiente para fazer benfeitorias. Nada podemos fazer com os recursos que chegam até nós”, afirmou.

Fonte: Agência ALEAM

Compartilhe!