patricioDeputado Patrício

Presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Os 52 anos de Brasília nos remetem para o papel relevante do Poder Legislativo na construção da democracia e na consolidação de uma jovem cidade com ingredientes de grande e importante metrópole. Em 2012, a Câmara Legislativa completa 21 anos de existência. A nossa maioridade coincide com a concretização da maturidade da capital federal.

A tenra idade da Câmara Legislativa não reduz a sua importância na história de Brasília. Nascemos quando a cidade completava 26 anos, em meio à luta pela autonomia política como o principal clamor da sociedade organizada, já politizada e sedenta por participar mais ativamente das decisões políticas brasileiras. Somos um dos mais novos poderes legislativos do País, edificado depois de anos de luta política incessante.

Lembro-me, ainda na adolescência, das minhas inquietudes sociais latentes. Filho de família humilde, morador do Gama, troquei a dedicação à militância política pelo trabalho precoce. Aos 19 anos, ingressei na Polícia Militar do Distrito Federal cinco anos antes da concepção da Câmara Legislativa, já imbuído desse espírito politizado. Como policial militar, a minha principal missão foi, cheio de esperança, buscar diuturnamente o melhor caminho para ajudar a construir uma polícia democrática, considerada a melhor do Brasil.

Hoje, depois de seis anos como membro do Poder Legislativo, sigo persistente no cumprimento da missão que me foi novamente confiada em 2010, pelo voto direto de mais de 22 mil brasilienses no segundo mandato como deputado distrital. Como representante legal dos anseios dos moradores do DF, sei da responsabilidade de persistir no resgate da auto-estima dessa cidade, castigada por décadas de desmandos. E, com muita responsabilidade, a Câmara Legislativa vem cumprindo, sob o meu comando e com o apoio irrestrito dos meus 23 colegas, a tarefa para a qual foi criada.

Em 2009, a CâmaraLegislativa foi protagonista no restabelecimento da normalidade política e administrativa da nossa capital. Um longo período em vigília e com ações concretas e eficazes para garantir, além da normalidade, a manutenção da democracia e dos direitos dos cidadãos, evitando a inédita intervenção federal às vésperas do cinquentenário de Brasília.

As ações do Poder Legislativo, amplamente divulgadas desde aquela época, se somaram à participação da sociedade, de cada cidadão, para manter a ordem e o funcionamento das instituições depois do caos político. Essa participação popular consolida a cada dia o papel da Câmara como a casa do povo.

Aqui, os cidadãos têm feito valer os seus direitos, transformados em leis e revertidos em benefícios diretos no dia a dia da nossa capital. 2011 é o marco na história da Câmara Legislativa. Em uma nova sede, mais ampla e mais próxima do povo, nunca tivemos tanta participação popular influenciando diretamente nas decisões dos representantes eleitos pelo voto direto para concretizar as vontades e as necessidades da nossa cidade.

Junto a esse pensamento politizado que corre nas veias de Brasília, a Câmara Legislativa aprovou importantes iniciativas, inéditas no País, como a extinção do 14º e 15º salários, o fim do nepotismo na Casa e a aplicação imediata da Ficha Limpa para atuais e futuros  servidores do Legislativo, entre outras. Em toda a história da Casa, foram apreciadas cerca de 75 mil proposições dos mais diversos assuntos e segmentos, todas dedicadas a assuntos que mexem diretamente com a vida de cada um dos mais de 2,5 milhões de habitantes.

Nossas atitudes, como parlamentares, colaboram para renovar a confiança do brasiliense na instituição e nos representantes do povo e ajudam a construir um DistritoFederal melhor para perpetuar as nossas gerações. Assim, o aniversário é de Brasília, mas somos nós, brasilienses, que estamos de parabéns por transformar a nossa capital em um lugar cada dia melhor para se viver.

Zildenor Ferreira Dourado – Coordenadoria de Comunicação Social

Compartilhe!