exposicao“Tenho mais de 40 exposições, quatro no exterior. Já expus na Assembleia duas vezes”, disse o artista que decidiu trocar o emprego como vendedor de consórcios de carros, para viver exclusivamente da arte. “Decidi viver de arte desde 1989, mas antes já trabalhava com minhas pinturas”, afirmou.Francisco Eduardo é casado, tem um filho, e é o único artista da família. Quando começou a pintar, seguia o estilo hiper-realista, “bem mais realista”, explicou, afirmando que, para criar uma identidade própria, optou por imprimir em suas peças, acrílico sobre tela, “um figurativo expressionista, um estilo que deforma um pouco as figuras”, disse o artista.

Fonte: ALRN

Compartilhe!