Após percorrer 12 cidades, em diferentes regiões de Mato Grosso, coletando dados, informações e o registro de denúncias dos usuários do sistema de telefonia móvel, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) se prepara para iniciar as oitivas em 2014.

A primeira oitiva está marcada para a próxima terça-feira (4/2), às 9h, no auditório Licínio Monteiro, na Assembleia Legislativa. Na ocasião será ouvido o diretor da Sinditelebrasil (Sindicato nacional que representa as operadoras de telefonia móvel), Carlos Duprat. Para esta reunião, serão convidadas as instituições parceiras da CPI: o Procon/MT, a Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT) e o Ministério Público de Mato Grosso.

A assessoria jurídica da CPI já está convocando os representantes estaduais e nacionais das empresas de telefonia móvel que atuam no Estado e o presidente e diretores da Anatel, a fim de que compareçam às oitivas nas datas programadas.

As oitivas continuarão durante todo o mês de fevereiro e as datas ainda serão confirmadas pelos membros da Comissão. Segundo o presidente, o deputado Ondanir Bortolini (PR), Nininho, os relatos obtidos nas oitivas serão somados aos dados coletados na CPI itinerante e servirão de base para o relatório final da CPI.

Fonte: Agência ALMT

Compartilhe!