camara_deputadosA Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) visita nesta quarta-feira (4) a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), com o objetivo de debater medidas de prevenção da violência. Os parlamentares serão acompanhados de familiares de vítimas de crimes violentos ocorridos no Estado. O encontro acontecerá no gabinete do presidente da comissão da Câmara dos Deputados, deputado Pauderney Avelino (DEM/AM).

O requerimento para a visita é de autoria dos deputados João Leite (PSDB) e Sargento Rodrigues (PDT), presidente e vice da comissão, respectivamente; e do deputado Cabo Júlio (PMDB). A comissão quer propor mudanças no Código Penal, com vistas ao endurecimento das penas.

Os parentes de vítimas que acompanharão os deputados são Ângela Maria da Fonseca, Júlio César Duarte de Paula e Erlane Viggiano Rocha.

Ângela Maria da Fonseca é mãe de Matheus Salviano Botelho, assassinado em 7 de fevereiro deste ano no bairro Gutierrez, em Belo Horizonte. Matheus era estudante de engenharia de produção e tinha 21 anos.

Erlane Viggiano Costa é irmã de Lívia Viggiano Rocha Silveira, assassinada no dia 3 de janeiro de 2014 na Serra do Cipó, junto com o namorado e servidor da ALMG Alexandre Werneck de Oliveira. Alexandre, de 46 anos, e Lívia, de, 39, foram abordados por três criminosos, que os fizeram vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte), para levar dinheiro e celulares.

Júlio César Duarte de Paula é pai do engenheiro João Gabriel Camargos, de 25 anos, assassinado no dia 9 de março do ano passado quando viajava de Poços de Caldas (Sul de Minas) para Belo Horizonte.

A Comissão de Segurança Pública promoveu no último dia 16 de maio o Debate Público Maioridade Penal, com a finalidade de discutir a proposta de redução da maioridade penal no País. Questões que surgiram nesse debate também serão tema da visita.

Fonte: Agência ALMG

Compartilhe!