A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) criou um canal direto no portal da Assembleia com o objetivo de receber as reclamações e sugestões sobre a telefonia no Estado. Uma iniciativa da Unale, a CPI foi implantada na ALMG em junho deste ano, a partir de requerimento dos deputados Sargento Rodrigues (PDT) e Alencar da Silveira Jr. (PDT).

As empresas de telefonia móvel e fixa são campeãs de reclamações dos consumidores. No Procon Assembleia, só no primeiro semestre de 2013, foram quase 3.200 queixas, mais da metade do registrado no ano passado, cerca de 5.800. Nos últimos seis anos, a telefonia sempre esteve entre as três principais causas de reclamações e em 2011 e 2012 ocupou o primeiro lugar. Dentre as principais reclamações estão cobranças indevidas ou abusivas, problemas com o contrato e serviços não fornecidos ou não concluídos. As três empresas que receberam o maior número de reclamações são a Oi Telefonia Móvel, a Claro e a Oi Telefonia Fixa.

No dia 29 de agosto a CPI da Telefonia da ALMG participa do 1º Seminário por um novo marco regulatório, que será realizado em Porto Alegre (RS).

Fonte: Agência ALMG

Compartilhe!