Os parlamentares tocantinenses defendem e apoiam atos de conscientização sobre a epilepsia, nesta sexta-feira, 26, data em que é comemorado em todo o mundo o Purple Day ou “Dia Roxo”, como é conhecido no Brasil.

De acordo com a deputada Luana Ribeiro (PSDB), a data é marcada por ações de mobilização, como forma de chamar a atenção para a causa e informar a população sobre a epilepsia.

Porém, decorrência da pandemia do novo coronavírus, a Assembleia Legislativa do Tocantins teve que cancelar a programação agendada para este dia.

“Existe muito preconceito em relação à epilepsia, principalmente pelas características da doença, marcada pelas crises convulsivas. Toda discussão é muito importante para que as pessoas entendam mais sobre essa doença, sejam mais inclusivas, saibam que ela possui tratamento que pode melhorar a qualidade de vida dos portadores”, esclarece Luana.

A ação de conscientização resulta de sugestão da Secretaria de Saúde da Unale (União Nacional dos Legisladores Estaduais), presidida por Luana Ribeiro, por meio da Frente Parlamentar Interestadual em Defesa dos Direitos das Pessoas com Epilepsia (FPIDPE) da Unale, a partir de reunião realizada em de fevereiro deste ano.

Epilepsia

A epilepsia é uma doença neurológica crônica que afeta pessoas de todas as idades. De acordo com informações da Associação Brasileira de Epilepsia (ABE), cerca de 1,5% da população mundial tenha epilepsia, percentual que corresponde a cerca de 50 milhões de pessoas portando a forma ativa da doença.

Fonte: ALETO

Compartilhe!