alesp-28-11A fim de destacar a contribuição da pesquisa científica para o progresso da economia nacional, a exposição fotográfica Pesquisa é Desenvolvimento está em cartaz na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP).

Realizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), com o apoio do Instituto Legislativo Paulista (ILP), ela mostra imagens de estudos desenvolvidos por instituições de ensino. Além disso, cada painel traz informações sobre as pesquisas e os programas da fundação a que estão ligadas.

Carlos Américo Pacheco, diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da Fapesp, fala sobre a importância da exposição. “Essa mostra retrata alguns dos resultados mais interessantes das pesquisas financiadas pela fundação. Mostra também a qualidade da capacitação científica e tecnológica de São Paulo.”

Na exposição, é possível encontrar dados e gráficos sobre grandes avanços em diversas áreas do conhecimento. Um deles é a fabricação do primeiro eletrocardiógrafo – aparelho que registra a atividade elétrica do coração – em miniatura e sem fio. A inovação auxiliará a realização do procedimento em ambulâncias.

A amostra apresenta também estudos feitos pelos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids), e dos programas Mudanças Climáticas Globais, Bioen – de bioenergia – e Biota, de biodiversidade. Além disso, apresenta trabalhos resultantes da participação de pesquisadores em grandes projetos, como o Sirius e o Observatório Astronômico de Cerro Tololo, no Chile.

Segundo a Fapesp, o Sistema Paulista de Ciência, Tecnologia e Inovação possui 151 instituições e cerca de 15 mil empresas. São 69,9 mil pesquisadores atuantes nessas organizações.

Fonte: ALESP
Compartilhe!