alespA deputada Maria Lúcia Amary é autora do projeto de lei 414/2019, que autoriza o atendimento à distância da população por farmacêuticos, como, por exemplo, através de aplicativos de mensagens de texto, para suprir eventuais ausências físicas do profissional nos estabelecimentos. 

“Muitas vezes as pessoas possuem dúvidas a respeito de determinado medicamento que adquiriram e que podem ser sanadas via telefone, internet ou aplicativos de mensagens. O atendimento remoto afasta o trabalho de precisar retornar à farmácia, aumentando a cobertura da assistência farmacêutica para a população, principalmente em locais periféricos, de difícil acesso ou ainda, onde não existem farmácias”, explicou a parlamentar. 

O projeto vai de encontro ao avanço da tecnologia e a uma maior exigência dos consumidores dos últimos anos. Do ponto de vista da saúde, a proposta da deputada Maria Lúcia Amary tem o potencial de promover uma maior integração da assistência farmacêutica, aumentando a proteção da saúde da população, na medida em que amplia a forma de sua efetivação pelas farmácias e drogarias. 

A propositura já teve o parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de São Paulo, e passará pelas Comissões de Administração Pública e Relações do Trabalho, e de Finanças e Orçamento.

Compartilhe!