Search
Close this search box.

Deputadas, deputados, colaboradoras e colaboradores da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo estão tendo, nesta semana, a oportunidade de realizar exames de detecção e prevenção ao câncer. Parlamentares e servidores podem realizar os exames de mamografia, Papanicolau e PSA para se prevenirem contra o câncer de mama, colo do útero e próstata, respectivamente. A ação começou nesta terça-feira (11) e vai até sexta-feira (13), das 9h às 17h, na carreta do Hospital de Amor, que está localizada no estacionamento dos funcionários.

Para fazer os exames, é preciso apresentar o CPF, RG, cartão SUS (Sistema Único de Saúde) e comprovante de residência. A mamografia e o PSA podem ser feitos, respectivamente, por mulheres e homens, de 40 a 69 anos. Já o Papanicolau pode ser realizado por mulheres entre 25 a 64 anos.

O atendimento é feito por ordem de chegada. O resultado do PSA fica pronto em 20 minutos. Já o da mamografia, em até 50 dias, e o Papanicolau, em 60 dias.

A servidora Iris Kammer, que realizou o exame de mamografia, conta que é importante realizar os exames de prevenção. “As campanhas feitas na Alesp dão oportunidade para quem não tem acesso [aos exames]. Por isso, facilita bastante ter uma carreta aqui na Casa”, pontua.

Segundo Mayara Colombo, supervisora de Relações Governamentais do Hospital de Amor, as carretas têm o objetivo de conscientizar sobre a saúde e a prevenção do câncer. “Nós também temos a Carreta de Educação, que é uma experiência pra as crianças, os adolescentes e os jovens sobre como evitar a doença desde a infância”, declara.

De acordo com Elaine Xavier, enfermeira do Hospital de Amor, os exames de rastreio são voltados para a investigação da existência de uma possível mudança no quadro de saúde.

“Caso o diagnóstico apresente alguma alteração, o hospital também oferece o suporte necessário para a realização de tratamento, com exames complementares. Mas, se o exame estiver normal, nós encaminhamos para que o paciente o leve em seu médico de rotina”, finaliza.

Hospital de Amor

Anteriormente conhecido como “Hospital do Câncer de Barretos”, o Hospital de Amor é comprometido com a realização de atendimentos, consultas, exames laboratoriais e de rastreio. A instituição depende de doações e recursos públicos para suprir as necessidades de custeio.

O Hospital de Amor possui, atualmente, sete unidades fixas de tratamentos e 25 unidades fixas de prevenção do câncer em todo o país. A instituição possui cerca de 50 unidades móveis (carretas) que percorrem 572 municípios do Estado de São Paulo, o que corresponde a 89% do total.

Fonte: ALESP

Compartilhe!