7129dcc5f8e17f1c047e7201e5ddea093bf3dafbO Espaço Didático-Cultural da Assembleia Legislativa recebeu nesta terça-feira (10), dentro da programação em homenagem ao mês da mulher, a exposição fotográfica “Gestando Memórias”, dentro do projeto Click Solidário, da Escola de Fotografia Câmera Criativa. São mais de 80 fotos de gestantes da Praia de Armação, em Florianópolis, retratadas por 40 alunos, desde 2015, que aprenderam a fotografar praticando a solidariedade.

Os idealizadores do projeto, o professor Radilson Carlos Gomes e a diretora da escola, Luila Vôomero, explicam que gestantes que fizeram o exame pré-natal nas Unidades de Básicas de Saúde do SUS na Praia da Armação, em Florianópolis, tiveram a oportunidade de serem retratadas neste momento tão especial na vida de uma mulher. Assim, ganham todos: o aluno aprende a produzir um ensaio fotográfico com locações externas e em estúdio fotográfico profissional e monta o seu próprio portfólio; e as futuras mamães podem montar seu álbum de família com as imagens, produzidas em alta resolução.

As fotos ficam expostas na unidade na praia, mas muitas foram doadas para gestantes, observa Radilson. “Os alunos exercitam o espírito de solidariedade durante o processo de aprendizagem da fotografia. O projeto também procura trabalhar a conscientização das mulheres, já que para participar é preciso estar com o pré-natal em dia”, afirma Radilson. A mostra ajuda a elevar a autoestima das mulheres e ainda alerta as futuras mamães sobre a necessidade de realizarem regularmente o pré-natal.

A enfermeira e apoiadora do projeto, Laura Denise Reboa Castilho Lacerda, destaca a importância destas fotografias às gestantes. “Estes anos todos do projeto têm trazido mães potentes querendo colocar no mundo filhos potentes.” Ela revela que as mulheres e as famílias quando chegam no posto de saúde e veem as fotos se emocionam e valorizam o momento registrado. Lembra que em uma das primeiras edições do projeto, uma mulher disse que nunca tinha se visto numa foto. “Valoriza a autoestima das mães”.

A exposição ficará aberta ao público até 31 de março.

Fonte: ALESC
Compartilhe!